Argentina: Presidenta Cristina Kirchner será operada em 4 de janeiro por causa de um câncer de tireóide

Cristina Kirchner será submetida a uma cirurgia para remover um câncer em sua glândula tiróide. O anúncio foi feito nesta terça-feira,27, pelo secretário de Comunicação Pública, Alfredo Scoccimarro, acrescentando que "a ausência de metástases encontrado."

Por este motivo, a Presidenta vai tirar licença de 4 até 24 de Janeiro.

Scoccimarro afirmou que de acordo com relatórios da Unidade Presidencial de Medicina da Nação "em 22 de Dezembro, durante os exames médicos realizados para controle de rotina da Senhora Presidente, foi detectada a existência de um carcinoma papilífero o lobo direito da glândula tireóide ", mas sem envolvimento linfático.

Ele acrescentou que "hoje os exames específicos foram realizados e confirmaram a ausência de envolvimento linfonodal e a ausência de metástase."

"Concluímos que a localização da doença esteja circunscrito à glândula mencionada", disse ele. Scoccimarro observou que "para tratá-la, haverá uma cirurgia."

"Tendo concluído durante esta conferência os exames pré-cirúrgicos correspondente, a cirurgia foi marcada para quarta-feira, 4 de janeiro de internação hospitalar Austral tempo provável de 72 horas e 20 convalescença dia", disse ele.

0 comentários:

Postar um comentário